Sinha deixa eu ir pra Capoeira

Autor: Mestre Charm

 

CORO:
Sinha, o sinha 
deixa eu ir pra capoeira 
OOÔ

deixa ir pra capoeira

 

Vento soprou dentro do canavial

De longe ouço o som do berimbau
Que vai na alma invadindo o coração
Levando as marcas do tempo da escravidão

 

De aço fino o açoite do feitor
Bem castigado para poder trabalhar
A noite vem e eu escapo a mata afora 
Na espera de uma roda para poder vadiar

De longe ouço lamentos pelo ar
Que são cantigas faz meu corpo arrepiar
Oi deixa eu ir meu senhor, oi deixa eu ir minha sinha
Que hoje eu quero minha alma libertar

De sol a sol o corpo queima sem parar
E uma peleja que negro tem que passar
O me de força meu Deus para fe nao me faltar
Que hoje quero fugir do canavial

 


Sinha deixa eu ir pra Capoeira.pdf
Adobe Acrobat Dokument [62.9 KB]
Download